Tag

Arquivos Web Posseidom - DP Sistemas

Quais problemas um Sistema de Gestao Web resolve ?

By | POSSEIDOM

Gerir uma empresa é um trabalho complexo e repleto de responsabilidades, afinal, ela é o resultado de muito capital investido e impacta muitas pessoas. O equilíbrio passa a ser um fator fundamental para que os negócios mantenham uma linha constante e de crescimento. Conhecer muito bem cada processo, cada cliente e a sua capacidade de produção requer prática e experiência.

Toda tomada de decisão deve acontecer a partir do resultado de estudos e análises, a fim de que não seja um passo errado. Seja ele pequeno, médio ou grande, todo empreendimento gera um fluxo de informações a ser dado conta em compreensão e mensuração. A maneira mais eficiente de ler estes resultados, racionar estratégias de ação e pôr em prática, é através da adoção de sistema de gestão web.

As funções de organização de processos e de prospecções diversas são algumas das vantagens em contar com este software. Contudo, ele, principalmente, pode cuidar de resolver alguns problemas comuns à empresa. Estas questões podem atrapalhar não somente o dia a dia produtivo de uma empresa, mas impactar fortemente nos seus resultados e rendimentos. Contratar a assistência de empresas que desenvolvem processamentos de dados através de ERP, seguindo estes sistemas de gestão web, é a melhor opção para uma administração eficiente.

Reduz as chances de tomar decisões equivocadas

Muitas vezes, os gestores de uma empresa podem se perder nos dados colhidos durante as suas produções. Isso não acontece só por uma questão de desleixo ou erros profissionais, mas também por não se dar conta das demandas. Cada novo passo deve ser dado a partir dos resultados informados pelos indicadores. Saber onde estão acontecendo os prejuízos e onde estão as dificuldades de venda, influenciam na melhor decisão para sanar este problema. Assim, a conta volta a fechar no azul e estratégias para melhores vendas podem ser tomadas.

Faz com que os setores estejam integrados

Outro ponto importante, principalmente quando se trata de uma média ou grande empresa, é promover a integração entre os setores. Cada área tem a sua chefia e cada um destes profissionais pode ter a incumbência de alimentar os dados nesta única ferramenta. Quando não há integração, quando cada setor desenvolve o seu trabalho sem uma interligação, a empresa perde a capacidade administrativa. A falta de comunicação resulta em perda de vendas pela lentidão na realização das atividades.

Diminui os erros de falhas no estoque

A ausência de comunicação, sobretudo quando está relacionada ao estoque, pode fazer com que uma empresa quebre. A ruptura de estoque é um verdadeiro pesadelo para qualquer gestor, porque acaba sendo um trabalho jogado fora, produtos sem serventia e clientes frustrados. Tendo os dados sobre as quantidades de produtos no estoque lançados nestes programas, todos conseguem visualizar com fidelidade o funcionamento da empresa. Se houver necessidade de reposição ou de aumentar a produção, ela pode ser identificada e realizada imediatamente.

Acaba com os erros manuais

Por fim, deve-se dar atenção à demanda de trabalho manual. Este aspecto é importante em dois sentidos: altos índices de erros e custos para a empresa. Lidar com um grande fluxo de informações não é uma tarefa fácil. Se não houver muita atenção da parte do profissional, os erros de preenchimento, contagem, não observância aos contratos e diversos outros tipos de problemas podem ser recorrentes. E mais, manter um profissional é caro, de forma que a automatização através destes sistemas também pode significar economia.

 

 

O que é um dashboard?

By | ERP

Uma empresa dentro de seu planejamento estratégico procura constantemente alcançar objetivos e metas instituídos de acordo com suas escolhas. Não é um caminho fácil, requerendo treinamentos, eficiência de trabalho, análises e relatórios e mais uma infinidade de ações para que a empresa seja produtiva. Quando o passo a passo deste processo não é documentado e apresentado, pode-se perder de vista o que já foi conquistado e o que ainda é necessário corrigir.

Afinal, o que é um dashboard?

Em uma tradução direta, podemos entender que dashboard é um painel de instrumentos, uma apresentação de cenário. Em um sistema de processamento de dados de gestão, nele serão mostradas métricas e indicadores importantes para o alcance dos objetivos e metas de uma empresa. Eles são exibidos sob uma elaborada forma visual, o que facilita o entendimento das informações ali presentes. Um dashboard elaborado e funcional é primordial para o conhecimento de sua empresa.

Aqueles que optam por utilizar um sistema ERP voltado para a gestão da empresa fazem um dos mais eficientes investimentos disponíveis no mercado. Isso porque ele traz o aperfeiçoamento dos recursos e do tempo de serviço, otimiza a organização das ações, produz mais rendimentos e oferece uma melhor visualização dos processos. Ter um sistema ERP é conquistar a excelência e estar na frente da concorrência.

Indicadores personalizáveis para as empresas

Este conjunto de processamento de dados deve apresentar ao cliente um excelente modelo de dashboard. Desta forma, contando com dados claros e objetivos, perfeitamente ilustrados, é possível tomar decisões certeiras. Ter a visão completa do seu negócio, ter as prospecções de ações determinadas e poder mensurar as perdas e os ganhos de acordo com indicadores confiáveis é tecnologia de gestão.

Portanto, pode-se entender que o dashboard é o mais perfeito aliado no encaminhamento de futuro de uma empresa. Sendo o sistema alimentado com os dados provenientes dos resultados dos processos realizados, ele apresenta a realidade do empreendimento. Quem define os indicadores visualizados no dashboard é a própria equipe de gestão da empresa. Logo, ele pode ser personalizável.

Os mais comuns indicadores são aqueles relacionados a custos de manutenção de inventários, ou seja, que trazem dados sobre os produtos e materiais produzidos e consumidos. Também apresentam todo o rol de pedidos de produtos ou serviço, de modo a organizar melhor o atendimento às compras e solicitações.

A partir do dashboard, ainda se pode mensurar quanto tempo é gasto entre a feitura do pedido e o envio do produto relacionado. Por fim, outro importante indicador apresentado é poder ter um perfil dos lucros, sejam eles por cliente, por área ou mesmo por parceiros comerciais recorrentes.

Procure eficiência em processamento de dados

Para que os dashboards promovam uma maior visibilidade sobre o trabalho produzido, ele deve ser completo, mas sem perder a interface simples e dinâmica. Um painel de instrumentos, repleto de informações e “poluído” visualmente, pode fazer com que a equipe de gestão tenha leituras erradas sobre o negócio.

Essa é a importância de contar com empresas que desenvolvam não somente um sistema de ERP de qualidade, mas também que saibam produzir objetividade ao cliente. Através dos feedbacks colhidos ali, eles trabalham para garantir melhorias à empresa e o auxílio em toda a sua organização.

 

Loja Virtual Integrada a um Sistema de Gestao, quais os beneficios para mim

By | e-commerce, POSSEIDOM

Para a sua empresa estar onde o cliente está, alguns ajustes são mais do que importantes no mundo de hoje. É preciso se atualizar. O dinamismo que a globalização trouxe, bem como o surgimento das novas tecnologias, diversificou a maneira como nos relacionamos. Estas mudanças também acabariam chegando e mudando a experiência de compra e venda de um produto. A palavra de ordem aqui é integração.

O mundo hoje voltou-se para o virtual, tudo está na internet, tudo pode ser visualizado por ela, como também comprado. Se a sua empresa quer ter crescimento e alcançar públicos cada vez mais variados, está na hora de abrir uma loja virtual. Dentro deste site, estarão expostos os produtos que você comercializa, informações completas e a possibilidade de efetivar a compra. O cliente também tem a oportunidade de conhecer mais sobre a utilidade e a funcionalidade dos produtos e seus assuntos correlacionados.

Uma integração que traz eficiência

Quando você abre a oportunidade de o cliente fazer compras através de seu site, de igual forma precisa ter um completo sistema que informe sobre a movimentação das vendas. Ter uma loja virtual eficiente somente é conseguido quando ela tiver integração com um sistema de gestão. Desta forma, dados imediatos sobre estoque, produtos mais vendidos, itens encalhados, e diversas outras informações, são de conhecimento do empresário. De posse da resposta destes indicadores, ele poder tomar decisões.

Uma integração que diminui as chances de erros

Pense o quão complicado seria se para cada venda na loja virtual, houvesse uma pessoa para observar e, manualmente, alterar as planilhas dos produtos. As chances de erros humanos seriam enormes, além de ser um processo muito demorado. Ter o preenchimento das planilhas de cliente, controle de estoque e financeira tudo de uma vez é essencial para a eficiência. A automatização e sincronização que os sistemas de ERP trazem beneficiam justamente em relação à confiança nos negócios.

Uma integração com confiança

Toda transação comercial deve ser cercada de garantias, tanto para quem vende como para quem compra. Em um ambiente de loja virtual não seria diferente. Contudo, muitos podem pensar como seria para que o cliente tivesse um comprovante da sua compra, bem como as formas de realizar o pagamento. A resposta a estas questões está relacionada ao uso de sistemas de gestão, pois são eles que trazem as funções de emissão de nota fiscal e da geração de boletos de pagamentos.

Uma integração que oportuniza a economia

Se os sistemas de gestão trabalham justamente para promover compactação e automatização do trabalho, ele também oportuniza a redução de custos. Menos erros, menos gastos de insumos e a possibilidade de trabalhar com uma equipe reduzida, tudo isso gera economia para a empresa. Ter um grupo de profissionais menor gera ações estratégicas, porque eles estarão presentes em departamento muito mais cruciais e impactantes para a empresa, promovendo crescimento.

Uma integração que fideliza o cliente

Por fim, a integração entre a loja virtual e um sistema de gestão trarão ao empresário o que é mais precioso para ele: a fidelização do cliente. Quando o sistema é alimentado com dados corretos, os erros são minimizados até não existirem mais. Assim, o pedido do cliente é atendido perfeitamente correto, sua experiência de compra é um sucesso e ele passa a desejar comprar ali outra vez. O resultado de toda esta movimentação é lucro e crescimento para a empresa.

Pequenas empresas como Automatizar vendas atacado e varejo

By | e-commerce, ERP, Financeiro

Muitos especialistas afirmam que o Brasil é um país empreendedor e que esta é uma de suas características mais marcantes no mundo dos negócios. De fato, a partir da criatividade latente do brasileiro e de seu espírito trabalhados, diversas empresas surgem a todo o momento, mesmo com um quadro econômico instável. As pequenas empresas movimentam, quando somadas, uma parcela significativa da economia, de modo que devem ser sempre incentivadas.

O pequeno empreendedor enfrenta muitos obstáculos para ver seu negócio saudável e lucrativo. Para que sempre caminhe para frente, é preciso ter conhecimento e estar antenado para superar todas as burocracias e dominar o dia a dia da empresa. Na hora de organizar as vendas, seja no atacado ou no vareja, é importante contar com um sistema capaz de automatizar este processo.

Automatizar é descentralizar as funções

Um pequeno empreendedor muitas vezes se encontra sobrecarregado devido ao acúmulo de funções. Quando uma empresa é pequena, ela não conta com muitos funcionários à disposição. Uma mesma pessoa está responsável por produzir o produto ou o serviço, captar clientes, anotar pedidos, despachar ou atender as demandas, prover o marketing e lidar com as tarefas administrativas. São muitas funções e poucas pessoas para desempenharem. A automatização de alguns destes processos age para facilitar o dia a dia e potencializar as vendas.

Esta automatização acontece a partir de um software de gestão, baseado no sistema ERP e facilmente aderido através da internet. Dentre algumas de suas aplicabilidades essenciais para vendas mais assertivas estão a agilização e a otimização das atividades e informações. Como exemplos de algumas funções básicas estão o controle de estoque, a emissão de relatórios, o controle dos gastos e contas, emissão de notas fiscais e a visualização passo a passo das vendas e do processo de produção.

Para o pequeno empreendedor, esta oportunidade de automatizar algumas funções traz alívio, conforto e liberdade para se concentrar no que realmente é necessário: a produção. Estes sistemas de gestão através do ERP são acessados através de dispositivos de smartphones, tablets e computador. Dentro deste portal ou painel, o dono da pequena empresa e seus funcionários podem compreender, de maneira rápida e dinâmica, todo o desempenho do negócio através de indicadores.

Automatizar é ter a oportunidade de conhecer melhor a empresa

Os indicadores são desenvolvidos a partir da necessidade do cliente. Existe os mais comuns a serem usados, mas outros podem ser incluídos. Assim, temos mais uma vantagem de procurar automatizar o processo de venda de seus produtos, estes sistemas se adaptam tanto a um modelo de varejo, como a um modelo de atacado. Trata-se de um auxiliar completo e completamente relacionado com a realidade enfrentada pelo micro e pequeno empreendedor, atendendo às específicas necessidades da empresa.

Os resultados se apresentam cada vez mais positivos, ratificando a importância de contar com a automatização. As notícias que chegam estão relacionadas principalmente com o aumento das vendas e da lucratividade, que é tudo o que um pequeno empreendedor quer. Visando o crescimento profissional e de sua empresa, pode-se atender pedidos de diversas regiões do país e pedidos de grandes quantidades. Saber administrar toda esta demanda precisa de prática e experiência, mas se houver a ajuda de sistemas de gestão automatizados, fica muito melhor.

MDF-e Manifesto Eletronico de Documentos

By | MDF-e, POSSEIDOM

As empresas que realizam transporte de cargas e mercadorias sabem que a quantidade de documentos que precisam enviar junto com a carga é grande, como nota fiscal/DANFE e DACTE. Desta forma, quando o veículo é parado em algum posto de fiscalização, o motorista precisa entregar todos esses documentos para a fiscalização, que irá conferir e validar as informações. Para facilitar todo esse processo, em dezembro de 2010 foi instituído o Manifesto de Documento Fiscal eletrônico ou MDF-e. O documento é válido em todo território nacional e exigido quando há necessidade de trânsito entre municípios.

A emissão do MDF-e será obrigatória, sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista ou de contêiner, ou inclusão de novas mercadorias ou documentos fiscais, para o emitente de NF-e, no transporte intermunicipal de bens ou mercadorias, realizado em veículos próprios ou arrendados, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas.

O principal objetivo do Manifesto é agilizar toda a burocracia que envolve o transporte de cargas, padronizando os processos por meio de um documento único e eletrônico que servirá de modelo para a toda a cadeia logística. Outra vantagem é a economia de papel e de espaço físico para armazenamento de documentos, já que apenas o DACTE precisa ser impresso.

Com isso, o MDF-e contribui para a redução do tempo de fiscalização, uma vez que permite que o fiscal faça a leitura de todos os documentos de uma só vez. Essa prática é muito benéfica para diminuir o prazo de entrega, reduzindo, consequentemente, os atrasos nas entregas de produtos.

O fisco pretende intensificar a fiscalização quanto ao Manifesto já a partir do próximo mês.

Orientamos a todos que efetuam o transporte de mercadorias em veículos próprios ou de terceiros a entrarem em contato com nosso departamento comercial (comercial@dpsistemas.com.br / 79-3259-1038 ) e ative o modulo de Manifesto Eletrônico.

 

https://mdfe-portal.sefaz.rs.gov.br/site/faq

 

#erp #gestao #posseidom #web #webposseidom #mdf-e #sped

Sua empresa já sabe o que é o SPED Reinf?

By | SPED

Imposto de Renda nunca foi um assunto fácil. Muita gente se confunde quando precisa declarar os valores ou contabilizá-los. Porém, uma iniciativa do governo junto ao Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) pode simplificar o pagamento dessas contribuições.

O SPED fiscal ou Sistema Público de Escrituração Digital é um sistema de fiscalização das empresas que permite uma análise mais próxima das ações e facilita o envio de dados. O sistema tem como objetivo unificar validação, recepção, armazenamento e autenticação de livros e documentos que integram as escriturações contábeis e fiscais das Pessoas Jurídicas, através de uma base de dados computadorizada. O SPED também facilita a fiscalização, integrando informações de interesse do governo federal e estadual a um único sistema. O SPED é dividido em três vertentes:

EFD – Escrituração Fiscal Digital
É um arquivo digital que informa todos os documentos e informações fiscais federais, estaduais e municipais que os fiscos precisam saber. Essas informações referem-se aos impostos de ICMS (Imposto Sobre Circulação De Mercadorias e Serviços) e IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados).

ECD – Escrituração Contábil Digital
É escrituração dos documentos contábeis (Livro Diário, Livro Razão e respectivos) em âmbito digital. Ou seja, é o procedimento onde os documentos obrigatórios são substituídos por suas versões eletrônicas. Quando esse documento é gerado, ele é transmitido ao Repositório Nacional do sistema e é disponibilizado para a Junta Comercial, Receita Federal, SEFAZ e demais entidades governamentais responsáveis pelo contribuinte.

NFE – Nota Fiscal Eletrônica
É um documento que existe, é emitido e armazenado exclusivamente por meio digital, que documenta uma operação e/ou transação financeira, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços que ocorre entre duas partes.

Mas para que serve o SPED Fiscal?
Par a empresa, o SPED facilita e simplifica, digitalmente, a entrega dos documentos necessários aos fiscos, eliminando a utilização de papéis físicos. Para o governo, auxilia no processo burocrático de entrega desses documentos, facilitando a fiscalização.

Como funciona a entrega do SPED Fiscal?
O SPEAD deve ser entregue utilizando um formulário digital próprio, fornecido pelo próprio sistema e submetido no Programa Validador Assinador (PVA). Após a verificação e validação do arquivo, é necessário que esse documento seja assinado digitalmente utilizando um certificado A1 ou A3 que deverá ser emitida por uma entidade legalmente credenciada.

Onde eu encontro o SPED?
Para baixar o Programa Validador e Assinador, basta acessar a página de download do SPED no site da Receita Federal e seguir o passo a passo. O programa está disponível em versões para Windows e Linux.

Existe um manual?
O próprio SPED oferece um manual para auxiliar no preenchimento e envio do arquivo fiscal. Para baixar o arquivo, basta acessar a página do SPED na Receita Federal.

Existem riscos?
O SPED é um sistema complexo e que deve ser preenchido com muito cuidado e atenção para evitar os erros. No próprio site do sistema é possível encontrar uma lista com os erros mais comuns. Entre eles estão “campos obrigatórios não informados”, “PIS e COFINS não configurados nos afretamentos” e “CST informado por pessoa física”, entre outros. Porém, nada que um pouco de cautela, não possa resolver.

#dpsistemas #coder #coding #programmer #computer #computerscience #study #programming #developer #software #softwaredeveloper #google #softwareengineer #geek #tech #technology #entreprenuer #startups #startup #workspace #webdeveloper #webdesign #programmers #webdevelopment #tecnologia #erp #web #Processos #Empresas #Desempenho

5 vantagens de ter o PCP integrado ao ERP

By | ERP, POSSEIDOM

Ter um negócio está ficando cada vez mais complicado. Mesmo nas pequenas ou médias empresas, é necessário controlar inúmeras etapas. Como fazer para monitorar tudo? Para isso, é fundamental a integração de duas ferramentas. O PCP e o ERP.

O que são?

O PCP, Planejamento e Controle da Produção, é um processo que envolve o controle geral da produção. Ele é encarregado de gerenciar os recursos e o andamento da produção durante todo o percurso. Já o ERP é, em português, o Planejamento de Recursos da Empresa. Trata-se de um software que controla os recursos da empresa, sejam de material, de pessoal ou outros.

Mas quais são as vantagens de fazer uma comunicação entre ambas?

1 – A automatização dos processos

Uma das maiores vantagens do uso do ERP é a automatização de alguns processos. Isso poupa tempo e esforço dos funcionários fazendo com que essa energia pode ser colocada em outra função, provendo um ganho de produtividade. A digitalização dos processos também reduz o custo com materiais físicos, como papel.

Um exemplo de um processo que pode ser automatizado pelo uso do ERP, é o processamento dos salários.

2 – A facilidade de acesso às informações

Quanto tempo é perdido procurando uma informação? Com o ERP, esse problema não existe mais. Como ele controla os recursos da empresa, o acesso a informação é muito mais fácil, rápido e conveniente. E como o sistema é integrado, não há necessidade de ficar procurando dados sobre diferentes setores. Além disso, a atualização é feita em tempo real, portanto, com o software a disposição, possíveis reuniões de controle são muito mais rápidas, pois as informações estão imediatamente disponíveis.

3 – O controle sobre todo o ambiente

O controle é uma etapa fundamental sobre qualquer projeto. Com o ERP, é possível controlar todos os setores da empresa e do processo. Além disso, existe a ajuda na visualização ainda do andamento do processo perante o que foi planejado.

Qualquer problema ou situação que o cliente pode apresentar é facilmente resolvido graças às informações coletadas no software. Uma documentação digital do processo é fundamental para evitar possíveis erros e encontrar os acertos.

4 – A uniformização

Para negócios maiores, um único sistema pode ajudar a facilitar a uniformização das informações, facilitando a comunicação entre elas. Empresas com mais de uma unidade, por exemplo, podem ter um RH unificado, deixando mais claro os benefícios em todos os estabelecimentos.

5 – O aumento de produtividade

A combinação dessas vantagens leva a um considerável aumento da produtividade. Com todas as informações em um único sistema e com todos os segmentos do seu negócio podendo visualizar em tempo real, assim que um cliente novo aparece, todos os setores já sabem o que precisam fazer. A comunicação, e a atribuição das funções se tornam muito mais fácil e rápida, e por conta da documentação, as responsabilidades ficam muito mais claras.

Essas são apenas algumas das vantagens do ERP integrado ao planejamento e controle de produção.

#dpsistemas #coder #coding #programmer #computer #computerscience #study #programming #developer #software #softwaredeveloper #google #softwareengineer #geek #tech #technology #entreprenuer #startups #startup #workspace #webdeveloper #webdesign #programmers #webdevelopment #tecnologia #erp #web #Processos #Empresas #Desempenho

Solicitar Orçamento

×