Tag

Arquivos fiscal - DP Sistemas

Legislação fiscal: saiba como um sistema ERP pode te ajudar na adequação

By | ERP, POSSEIDOM, SPED

É fato que a legislação fiscal brasileira é uma das mais complexas em todo o mundo, pois, apresenta inúmeras classificações e regras que podem confundir até os mais experimentes. Nesse momento é fundamental que os empreendedores, gestores e responsáveis pelo setor fiscal possam contar com ferramentas que sejam capazes de oferecer recursos que aumentem a assertividade e diminua a probabilidade de erros na classificação fiscal e, em consequência, da devida apuração dos tributos.

Talvez você possa achar que dar a devida tratativa a esse assunto é algo complexo, mas, é mais simples do que imagina. Afinal, um sistema ERP — Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) será o seu principal aliado para evitar futuros problemas. Assim, veja agora mesmo neste artigo, como um ERP pode ser fundamental para ajudar a sua empresa na adequação fiscal.

Validação do cadastro de produtos e serviços

Todas as atividades da área fiscal de uma empresa começam e giram em torno do cadastro dos produtos (no caso de empresas de bens de consumo) e dos insumos (para empresas fabris e prestadoras de serviço).

Devido à complexidade da legislação brasileira, cada item pode receber uma classificação fiscal, o que pode gerar confusão e, inclusive, falhas nos processos de escrituração. Por isso, é fundamental que a empresa possa contar com um sistema ERP, pois, será capaz de promover o cadastro de forma correta e com a devida validação dos dados, criando um ambiente de consistência.

Além disso, em caso de mudança na legislação, um sistema ERP proporciona a agilidade no processo de atualização das informações, evitando que o setor fiscal trabalhe com informações desatualizadas.

Automatização de processos e atividades

Um sistema ERP possibilita a automação dos processos e atividades, suprimindo a necessidade de utilizar controles adicionais como, por exemplo, as planilhas eletrônicas e demais atividades manuais. Isso cria um ambiente propício ao aumento da produtividade das atividades fiscais, bem como reduz a probabilidade de erros e demais inconsistências nos processos de escrituração e apuração dos impostos.

Integração de todas as áreas e setores

Uma das grandes vantagens que um sistema ERP apresenta é a sua segmentação em diferentes módulos e que, ao mesmo tempo, funcionam de forma integrada. Dessa forma, é possível que o setor fiscal acesse e obtenha as informações de maior relevância de todos os setores em tempo real — fatores que são fundamentais para a otimização das atividades fiscais e o envio de informações para o fisco.

Permite a auditoria e rastreabilidade de dados

Antes de enviar os dados para o fisco é fundamental proceder a uma auditoria em busca de erros e inconsistências dos dados, afinal, isso garante que a empresa não tenha que pagar multas e sofrer demais sanções. Assim, com um sistema ERP será possível verificar se as informações inseridas no banco de dados estão de acordo com as normas vigentes, proporcionando mais segurança e confiabilidade.

Como você pode perceber a adoção e uso de um sistema ERP é fundamental para a área fiscal, de modo que garante maior consistência dos dados e estruturação em informações que serão entregues ao fisco.

6 motivos para sua empresa investir em um sistema financeiro e fiscal

By | Controle Financeiro, Controle Fiscal

O controle financeiro e tributário é um dos maiores desafios dentro de uma empresa, pois dele depende a movimentação de recursos. Ele é determinante para o equilíbrio das atividades, pois é preciso ter a manutenção de tudo o que envolve dinheiro para não errar no cálculo de tributos, assim como na análise financeira e econômica. Contar com um sistema informatizado e completo na área faz com que a empresa ganhe em otimização.

Para que a compreensão dos benefícios esteja mais clara e objetiva, conheça seis motivos para compreender a importância de investir em um software de controle financeiro e fiscal:

1-Consistência de resultados e informações

A responsabilidade com a movimentação financeira é pauta constante dentro do setor referente e para que as decisões mais certas sejam tomadas, as informações devem ser exatas e precisas. Quando existe uma infinidade de planilhas e controles diferentes se torna mais fácil que alguma informação fique perdida no caminho. Para evitar essa difusão de dados, a concentração em um sistema próprio cria segurança e certezas, o que é imprescindível para o bom funcionamento.

2-Informações integradas para toda a equipe

Os sistemas também apresentam o benefício de oferecer uma visualização dos dados de forma integrada e precisa para toda a empresa. Mesmo que eles sejam direcionados ao setor que cuida das questões financeiras e fiscais, toda a gestão precisa conhecer os números gerados. Assim, o planejamento estratégico da empresa pode ser reavaliado constantemente e novas metas traçadas em benefício da lucratividade.

3-Controle do fluxo de caixa

Uma empresa que não se preocupa com o fluxo de caixa perde bastante na sua avaliação financeira. Ele é essencial para indicar onde os recursos estão sendo gerados e onde estão sendo gastos, porque registram as receitas e despesas. Se ela gasta mais do que ganha, há um déficit importante sendo criado, porém eles muitas vezes não são observados porque falta tecnologia para isso. Estas informações não devem passar despercebidas, porque podem levar à falência.

4-Automação como aliada para a precisão dos resultados

A automação é uma das principais aliadas do setor financeiro e fiscal, porque diminui a possibilidade de erros e aponta resultados certeiros. Simplificar a rotina faz com que os colaboradores se dediquem ao que realmente é relevante, enquanto as atividades burocráticas funcionam automaticamente. Através do sistema e do acesso de login, o colaborador tem acesso às informações que precisa para trabalhar em suas demandas.

5-Economia com a informatização

Pensando na economicidade, não se pode esquecer que a adoção de um software financeiro e fiscal leva à diminuição da necessidade de impressões em papéis e do uso de arquivos físicos. Toda a ocupação de espaço gera custo, seja dentro da empresa ou no aluguel de lugares especializados na guarda de documentos. Armazenar documentos digitalmente gera economia, porque as informações são salvas em servidores externos ou em nuvens virtuais, além da possibilidade de criptografar.

6-Atividades padronizadas

Um colaborador tem um estilo de trabalho diferente do outro, seja em maior ou menor grau. Mesmo que a chefia dê a mesma incumbência a eles, a maneira como executarão a atividade será distinta de um para o outro. Esta particularidade traz benefícios, mas também prejuízos. As variações e inconsistências podem aparecer e comprometer os resultados, ainda mais se no meio do processo for necessário trocar o colaborador. Os sistemas ajudam a padronizar os serviços.

Solicitar Orçamento

×