Gestão de estoque: 9 dicas para aprender como fazer

Gestão de estoque é das tarefas mais básicas de uma empresa. Significa saber a quantidade exata de cada item na empresa (produto ou matéria-prima) e o valor monetário total da quantidade de cada um deles.
As consequências de não realizar um controle eficiente são, a curto prazo, a detecção de furos (a quantidade física de itens não é a mesma que está registrada no sistema ou fichas de estoque), tornando, aliás, impossível verificar se tudo foi vendido ou se houve desvio também; a longo prazo, fica-se sem saber qual o consumo de cada produto, e acaba-se gastando mais do que o necessário, além de maior risco de haver estoque parado, o que quer dizer dinheiro parado.

Por isso, algumas dicas para cumprir esta tarefa da melhor maneira possível:

1-Contratar um gestor de confiança e eficiente (organizado e experiente).

2-Quais os cuidados com fornecedores? Além de escolher os que oferecem produtos de melhor qualidade e preço, é preciso ter em mente também a agilidade de entrega.

3-Como estocar cada produto? O lugar de cada produto deve ser bem pensado, levando em conta as características de cada um (circulação de ar, temperatura, exposição ao Sol, poeira, etc.).

4-O que é ficha de estoque? Ela permite o controle de entradas e saídas de cada produto. Pode ser física ou estar num sistema informatizado. O melhor é que seja preenchida logo que a mercadoria chegue (basicamente com quantidade de itens, valor unitário do produto e valor total do lote), e que seja registrada nela cada saída assim que ela acontecer, não deixar para depois. Cada produto tem sua ficha.

5-O que é inventário rotativo? É um sistema que institui que a cada dia determinados produtos sejam contados, registrados e seu valor total calculado. É uma maneira de distribuir essa tarefa pesada para vários dias, e não deixar passar detalhes de apuração, incluindo datas de vencimento.

6-Outros métodos de controle de estoque: Há vários, como o PEPS (Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair). Este controle se baseia no tempo de permanência dos produtos, sendo que os que estão há mais tempo têm prioridade para serem vendidos. Também dá para calcular o dinheiro ganho e o dinheiro ainda em potencial pelo preço do último lote: é a UEPS (Último a Entrar, Primeiro a Sair). Pesquise qual método é o mais adequado para a sua empresa.

7-Periodicidade de vendas: verificar quais produtos estão vendendo mais ou menos, levando em conta fatores como sazonalidade, por exemplo. Isso é importante para evitar estoque encalhado, e que possa até passar do prazo de validade, o que significa perda de dinheiro.

8-Programação de compras: para evitar ficar na mão quando mais precisa. Além disso, planejar com antecedência permite mais negociação (até com pagamentos a prazo, se for necessário), enquanto que deixar para comprar em cima da hora é garantia de preços mais salgados, muitas vezes desnecessariamente.

9-Quando fazer uma queima de estoque? Quando for necessário equilibrar as contas: você tem um produto encalhado em grande quantidade, e precisa reaver o dinheiro.

#dpsistemas #coder #coding #programmer #computer #computerscience #study #programming #developer #software #softwaredeveloper #google #softwareengineer #geek #tech #technology #entreprenuer #startups #startup #workspace #webdeveloper #webdesign #programmers #webdevelopment #tecnologia #erp #web #Processos #Empresas #Desempenho

 

Comentários

Comentários

Solicitar Orçamento

×