Como gerenciar meu Caixa?

Abrir um negócio pode ser a realização de um sonho para muitos. É um momento extremamente importante e desafiador. Todavia, assim como toda embarcação precisa do seu capitão, toda empresa precisa ser bem administrada para garantir bons resultados.

Por conta disso, uma das áreas que requer mais atenção na hora de se administrar um negócio com certeza é o fluxo de caixa. Se você quer ter o controle de suas finanças, você precisa gerenciar com maestria o dinheiro que entra e sai da sua empresa.

Contudo, como posso realizar esse feito? Como gerenciar de maneira eficaz o meu caixa?

Caso você queira saber a as respostas para essas perguntas, fique com a gente e descubra a seguir como gerenciar o seu caixa. Acompanhe.

Como gerenciar o meu caixa?

Cada empresa tem o seu sistema e as suas especificidades, todavia, é possível traçar um panorama geral das ações mais efetivas, no que diz respeito ao gerenciamento de um caixa. Confira.

1. Acompanhamento diário

Um bom gerenciador precisa verificar todos os dias o objeto de seu gerenciamento. Assim, para um trabalho eficaz, é extremamente recomendável que você cheque todo o dia o seu caixa.

A partir disso, é possível traçar metas, planos e manter a gestão financeira de sua empresa sempre estável e sem surpresas desagradáveis.

2. Registro de qualquer transação

Por menor que seja a movimentação, é preciso registrá-la. Não importa se o valor registrado é referente à entrada ou saída, é preciso organizar toda transação financeira.

Além disso, é indicado que esses gastos e ganhos sejam separados em categoria, tudo em prol da melhor forma de organização.

Esse simples modo de lidar com o dinheiro pode render uma boa economia no final do mês, além de evitar desperdiço e perdas desnecessárias.

3. Preparação para sazonalidade

A sazonalidade pode ser uma grande oportunidade ou uma ferrenha inimiga. Com o tempo, você descobrirá quais são as influências locais, além das globais, no seu caixa.

Assim, poderá se preparar melhor para os tempos mais duros, poupando e administrado o estoque, e abrir os braços para as épocas de bonança, quando os clientes costumam investir um pouco mais.

4. Avaliação do capital de giro

Sabemos que não basta apenas ter dinheiro em caixa, é preciso que haja lucro. E, sem esse quesito, dificilmente um negócio vai para frente, pois não há retorno para se investir em melhorias.

Avaliando o seu capital de giro, é possível melhorar a relação com o cliente, além de ajustar contratos com fornecedores e distribuidores.

5. Pagamento depois do recebimento

Essa é a dica de ouro para uma boa administração do fluxo de caixa. Quando você programa os pagamentos para depois do recebimento, você tem mais autonomia para administrar o seu dinheiro, tanto para investir, quanto para acertar as contas.

Além do mais, sabemos que uma mente preocupada pode vir a cometer diversos equívocos. Quando quita suas contas de uma vez e se preocupa apenas com a administração do seu negócio, você se torna um melhor atendente, um melhor chefe, um melhor gestor, enfim, uma pessoa muito mais capacitada para competir no mercado.

Gostou de nossas dicas de como gerenciar seu caixa? Entre em nosso site e fique por dentro de muitos conteúdos do seu interesse.

Comentários

Comentários

Solicitar Orçamento

×