Category

Financeiro

Pequenas empresas como Automatizar vendas atacado e varejo

By | e-commerce, ERP, Financeiro

Muitos especialistas afirmam que o Brasil é um país empreendedor e que esta é uma de suas características mais marcantes no mundo dos negócios. De fato, a partir da criatividade latente do brasileiro e de seu espírito trabalhados, diversas empresas surgem a todo o momento, mesmo com um quadro econômico instável. As pequenas empresas movimentam, quando somadas, uma parcela significativa da economia, de modo que devem ser sempre incentivadas.

O pequeno empreendedor enfrenta muitos obstáculos para ver seu negócio saudável e lucrativo. Para que sempre caminhe para frente, é preciso ter conhecimento e estar antenado para superar todas as burocracias e dominar o dia a dia da empresa. Na hora de organizar as vendas, seja no atacado ou no vareja, é importante contar com um sistema capaz de automatizar este processo.

Automatizar é descentralizar as funções

Um pequeno empreendedor muitas vezes se encontra sobrecarregado devido ao acúmulo de funções. Quando uma empresa é pequena, ela não conta com muitos funcionários à disposição. Uma mesma pessoa está responsável por produzir o produto ou o serviço, captar clientes, anotar pedidos, despachar ou atender as demandas, prover o marketing e lidar com as tarefas administrativas. São muitas funções e poucas pessoas para desempenharem. A automatização de alguns destes processos age para facilitar o dia a dia e potencializar as vendas.

Esta automatização acontece a partir de um software de gestão, baseado no sistema ERP e facilmente aderido através da internet. Dentre algumas de suas aplicabilidades essenciais para vendas mais assertivas estão a agilização e a otimização das atividades e informações. Como exemplos de algumas funções básicas estão o controle de estoque, a emissão de relatórios, o controle dos gastos e contas, emissão de notas fiscais e a visualização passo a passo das vendas e do processo de produção.

Para o pequeno empreendedor, esta oportunidade de automatizar algumas funções traz alívio, conforto e liberdade para se concentrar no que realmente é necessário: a produção. Estes sistemas de gestão através do ERP são acessados através de dispositivos de smartphones, tablets e computador. Dentro deste portal ou painel, o dono da pequena empresa e seus funcionários podem compreender, de maneira rápida e dinâmica, todo o desempenho do negócio através de indicadores.

Automatizar é ter a oportunidade de conhecer melhor a empresa

Os indicadores são desenvolvidos a partir da necessidade do cliente. Existe os mais comuns a serem usados, mas outros podem ser incluídos. Assim, temos mais uma vantagem de procurar automatizar o processo de venda de seus produtos, estes sistemas se adaptam tanto a um modelo de varejo, como a um modelo de atacado. Trata-se de um auxiliar completo e completamente relacionado com a realidade enfrentada pelo micro e pequeno empreendedor, atendendo às específicas necessidades da empresa.

Os resultados se apresentam cada vez mais positivos, ratificando a importância de contar com a automatização. As notícias que chegam estão relacionadas principalmente com o aumento das vendas e da lucratividade, que é tudo o que um pequeno empreendedor quer. Visando o crescimento profissional e de sua empresa, pode-se atender pedidos de diversas regiões do país e pedidos de grandes quantidades. Saber administrar toda esta demanda precisa de prática e experiência, mas se houver a ajuda de sistemas de gestão automatizados, fica muito melhor.

5 vantagens do uso do Dashboard na sua empresa

By | ERP, Financeiro, Nuvem, POSSEIDOM

Manter uma boa gestão de processos e monitorar resultados costuma ser um grande desafio para a maioria das empresas. Mas essas são práticas que precisam ser realizadas em todas as organizações, independente do seu porte.

A melhor solução para fazer isso é implantando um sistema de dashboard, que permite o acompanhamento dos resultados em tempo real.

Para entender melhor o que é o dashboard e suas vantagens, leia este artigo e saiba como implementar essa importante ferramenta em sua empresa.

O que é Dashboard?

Dashboards são painéis de controle que exibem métricas importantes para alcançar os objetivos de negócio, facilitando o entendimento das informações geradas e apresentando indicadores de crescimento.

O principal objetivo dos dashboards é permitir o monitoramento dos resultados de uma organização, que são divididos em vários indicadores. Mas, para que esse sistema de gestão seja eficiente, é preciso organizar e segmentar as informações para ter as respostas desejadas.

As empresas podem criar dashboards para monitorar qualquer área do negócio. É preciso que elas criem perguntas assertivas para compreender suas necessidades de forma efetiva e alcançar o objetivo esperado.

Existem basicamente três tipos de dashboards: operacionais, táticos e os estratégicos:

Dashboards operacionais

Exibem as métricas que devem ser acompanhadas por analistas para promoverem melhorias em suas tarefas e permitirem maior agilidade em seu trabalho. Esse tipo de painel possibilita o cruzamento de dados que auxiliam os analistas na tomada de decisão para garantir melhor performance e melhores resultados.

Dashboards táticos

Permitem acompanhar os números dos itens nos quais a empresa faz mais investimentos e monitorar o retorno dos mesmos de acordo com o ticket médio.

Dashboards estratégicos

Como o próprio nome diz, esse é o dashboard que fornece informações mais estratégicas para as empresas. Eles apresentam indicadores que permitem fazer comparativos entre diferentes períodos, mostrando a diferença dos resultados atuais com os anteriores.

Principais vantagens do uso de dashboards

A implantação dos painéis de controle oferece diversos benefícios para as empresas. Confira alguns deles:

1- Colabora para a tomada de decisões

Os dashboards permitem a centralização de todas as informações importantes sobre os projetos da empresa, permitindo uma visão mais ampla das principais necessidades do negócio, o que facilita tomar decisões de forma mais ágil e eficiente.

2- Redução de riscos

Os dashboards permitem que as informações sejam atualizadas e organizadas antes de serem distribuídas, permitindo detectar possíveis riscos nas operações antecipadamente. Isso permite que sejam tomadas ações preventivas para minimizar esses riscos.

3- Otimização dos recursos

Os dashboards ajudam a automatizar tarefas manuais e demoradas, promovendo assim uma otimização de tempo e de recursos para realizar as atividades diárias.

4- Promove a participação colaborativa

Como os dashboards são ferramentas acessíveis a todas as áreas da empresa, eles promovem a participação integrada das equipes e maior comprometimento com as metas e objetivos traçados.

5- Cultura focada em resultados

A utilização dos dashboards colabora para implementar uma cultura organizacional com foco em resultados, melhorando o desempenho, a produtividade e o engajamento dos funcionários.

Esse artigo foi útil para você? Então continue acompanhando nosso blog para ler outras matérias que poderão te ajudar a melhorar a gestão dos seus negócios.

 

Dashboard Financeiro:

Dashboard Estoque:

Saiba como organizar as finanças do seu negócio

By | ERP, Financeiro, Nuvem, POSSEIDOM, Sem categoria

Entenda porque um sistema de gestão no setor contábil pode ser a solução financeira da sua empresa.

Números e métricas: como organizar as finanças empresariais com um sistema de gestão.

O objetivo das empresas é fechar no azul, gerar lucros, continuar operando, abrir filiais, consolidar a marca, entre outros fatores positivos. Porém, para que isso aconteça, é preciso que os gestores organizem suas finanças para que seja possível identificar o que está dando certo e errado. O que muitas pessoas não sabem é que já existem softwares que fazem as contas gerais de forma autônoma e podem contribuir para uma análise geral das contas corporativas. Veja abaixo como organizar as finanças do seu negócio através do sistema de gestão.

Olhando para os números
O principal foco é sempre estar atento ao que os números indicam: a quantidade de entrada e saída de produtos; os gastos com funcionários; os impostos incidentes; a viabilidade comercial de determinados serviços. Tudo isso é primordial para que a saúde financeira da empresa não seja afetada por imprevistos.

Utilizar um sistema de gestão é ter todos estes dados de forma clara. As operações financeiras são automatizadas, aumentando a segurança contábil e estabelecendo padrões. Com os números apresentados pelo software, com uma periodicidade no mínimo mensal, é possível antever se a empresa fechará no vermelho ou azul.

Autonomia ao setor de finanças
É sempre importante delegar as funções da sua empresa para quem entende do assunto. Por isso, não adianta pedir que seu melhor vendedor saiba como está o fluxo de caixa. Tampouco pedirá que o contabilista entre em contato com os clientes para oferecer um produto. É necessário que seu setor financeiro/contábil/administrativo seja o responsável por entender como estão as finanças da empresa.

Os sistemas de gestão podem ser utilizados por todos, desde o colaborador do TI até o pessoal das vendas externas. Mas, sobretudo, é no setor de finanças que ele será amplamente utilizado, pois ali moram os números e dados que mostrarão como andam as contas corporativas. Por isso, invista no seu setor integrando um sistema de gestão que facilite as coisas para os contabilistas e administradores.

Entendendo os indicadores
Você sabe o que é margem de contribuição? E ponto de equilíbrio? Bom, esses são termos comuns na área financeira das empresas, pois apontam se os produtos valem a pena continuar sendo vendidos, se há lucro líquido e quanto é necessário vender para atingir ao menos o ‘saldo zero’. São vários os termos e indicadores, por isso é necessário que você tenha conhecimento da maioria para não patinar.

Se parece complicado, invista em um sistema de gestão que mostra todos esses indicadores. Sim: é possível saber da realidade financeira através de dados que abrangem toda a estrutura da empresa. Os gastos com horas extras e o estoque excedente, por exemplo, também possuem indicadores próprios, que os softwares de gestão fazem com primazia.

Controlar as finanças nunca ficou tão fácil
É fato: hoje as empresas só têm prejuízos enormes se não olharem para o que o sistema de gestão aponta. Organizar as finanças corporativas está cada vez mais simples, pois o mundo digital permite a integração de dados, agilidade nos processos e capacitação dos setores através dos softwares integrados.

Quer arrumar agora mesmo as finanças da sua empresa? Então aposte no ERP Posseidom da DP Sistemas, que faz a análise financeira completa da sua organização, apontando onde há gasto excessivo e quais são os setores em que o investimento está dando certo. Assim, você tem mais tempo para prospectar novos clientes e expandir ainda mais sua empresa.

NFC – CSOSN

By | Financeiro

Ao gerar NFC observar que os servidores da receita federal estão aceitando somente:

  • 102 – Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito
  • 300 – Imune
  • 500 – ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária (substituído) ou por antecipação.

quaisquer outras formas de tributação o servidor nao responde claramente o erro, só avisa que a Nota Fiscal não consta.

Solicitar Orçamento

×