Category

ERP

O que é um dashboard?

By | ERP

Uma empresa dentro de seu planejamento estratégico procura constantemente alcançar objetivos e metas instituídos de acordo com suas escolhas. Não é um caminho fácil, requerendo treinamentos, eficiência de trabalho, análises e relatórios e mais uma infinidade de ações para que a empresa seja produtiva. Quando o passo a passo deste processo não é documentado e apresentado, pode-se perder de vista o que já foi conquistado e o que ainda é necessário corrigir.

Afinal, o que é um dashboard?

Em uma tradução direta, podemos entender que dashboard é um painel de instrumentos, uma apresentação de cenário. Em um sistema de processamento de dados de gestão, nele serão mostradas métricas e indicadores importantes para o alcance dos objetivos e metas de uma empresa. Eles são exibidos sob uma elaborada forma visual, o que facilita o entendimento das informações ali presentes. Um dashboard elaborado e funcional é primordial para o conhecimento de sua empresa.

Aqueles que optam por utilizar um sistema ERP voltado para a gestão da empresa fazem um dos mais eficientes investimentos disponíveis no mercado. Isso porque ele traz o aperfeiçoamento dos recursos e do tempo de serviço, otimiza a organização das ações, produz mais rendimentos e oferece uma melhor visualização dos processos. Ter um sistema ERP é conquistar a excelência e estar na frente da concorrência.

Indicadores personalizáveis para as empresas

Este conjunto de processamento de dados deve apresentar ao cliente um excelente modelo de dashboard. Desta forma, contando com dados claros e objetivos, perfeitamente ilustrados, é possível tomar decisões certeiras. Ter a visão completa do seu negócio, ter as prospecções de ações determinadas e poder mensurar as perdas e os ganhos de acordo com indicadores confiáveis é tecnologia de gestão.

Portanto, pode-se entender que o dashboard é o mais perfeito aliado no encaminhamento de futuro de uma empresa. Sendo o sistema alimentado com os dados provenientes dos resultados dos processos realizados, ele apresenta a realidade do empreendimento. Quem define os indicadores visualizados no dashboard é a própria equipe de gestão da empresa. Logo, ele pode ser personalizável.

Os mais comuns indicadores são aqueles relacionados a custos de manutenção de inventários, ou seja, que trazem dados sobre os produtos e materiais produzidos e consumidos. Também apresentam todo o rol de pedidos de produtos ou serviço, de modo a organizar melhor o atendimento às compras e solicitações.

A partir do dashboard, ainda se pode mensurar quanto tempo é gasto entre a feitura do pedido e o envio do produto relacionado. Por fim, outro importante indicador apresentado é poder ter um perfil dos lucros, sejam eles por cliente, por área ou mesmo por parceiros comerciais recorrentes.

Procure eficiência em processamento de dados

Para que os dashboards promovam uma maior visibilidade sobre o trabalho produzido, ele deve ser completo, mas sem perder a interface simples e dinâmica. Um painel de instrumentos, repleto de informações e “poluído” visualmente, pode fazer com que a equipe de gestão tenha leituras erradas sobre o negócio.

Essa é a importância de contar com empresas que desenvolvam não somente um sistema de ERP de qualidade, mas também que saibam produzir objetividade ao cliente. Através dos feedbacks colhidos ali, eles trabalham para garantir melhorias à empresa e o auxílio em toda a sua organização.

 

Pequenas empresas como Automatizar vendas atacado e varejo

By | e-commerce, ERP, Financeiro

Muitos especialistas afirmam que o Brasil é um país empreendedor e que esta é uma de suas características mais marcantes no mundo dos negócios. De fato, a partir da criatividade latente do brasileiro e de seu espírito trabalhados, diversas empresas surgem a todo o momento, mesmo com um quadro econômico instável. As pequenas empresas movimentam, quando somadas, uma parcela significativa da economia, de modo que devem ser sempre incentivadas.

O pequeno empreendedor enfrenta muitos obstáculos para ver seu negócio saudável e lucrativo. Para que sempre caminhe para frente, é preciso ter conhecimento e estar antenado para superar todas as burocracias e dominar o dia a dia da empresa. Na hora de organizar as vendas, seja no atacado ou no vareja, é importante contar com um sistema capaz de automatizar este processo.

Automatizar é descentralizar as funções

Um pequeno empreendedor muitas vezes se encontra sobrecarregado devido ao acúmulo de funções. Quando uma empresa é pequena, ela não conta com muitos funcionários à disposição. Uma mesma pessoa está responsável por produzir o produto ou o serviço, captar clientes, anotar pedidos, despachar ou atender as demandas, prover o marketing e lidar com as tarefas administrativas. São muitas funções e poucas pessoas para desempenharem. A automatização de alguns destes processos age para facilitar o dia a dia e potencializar as vendas.

Esta automatização acontece a partir de um software de gestão, baseado no sistema ERP e facilmente aderido através da internet. Dentre algumas de suas aplicabilidades essenciais para vendas mais assertivas estão a agilização e a otimização das atividades e informações. Como exemplos de algumas funções básicas estão o controle de estoque, a emissão de relatórios, o controle dos gastos e contas, emissão de notas fiscais e a visualização passo a passo das vendas e do processo de produção.

Para o pequeno empreendedor, esta oportunidade de automatizar algumas funções traz alívio, conforto e liberdade para se concentrar no que realmente é necessário: a produção. Estes sistemas de gestão através do ERP são acessados através de dispositivos de smartphones, tablets e computador. Dentro deste portal ou painel, o dono da pequena empresa e seus funcionários podem compreender, de maneira rápida e dinâmica, todo o desempenho do negócio através de indicadores.

Automatizar é ter a oportunidade de conhecer melhor a empresa

Os indicadores são desenvolvidos a partir da necessidade do cliente. Existe os mais comuns a serem usados, mas outros podem ser incluídos. Assim, temos mais uma vantagem de procurar automatizar o processo de venda de seus produtos, estes sistemas se adaptam tanto a um modelo de varejo, como a um modelo de atacado. Trata-se de um auxiliar completo e completamente relacionado com a realidade enfrentada pelo micro e pequeno empreendedor, atendendo às específicas necessidades da empresa.

Os resultados se apresentam cada vez mais positivos, ratificando a importância de contar com a automatização. As notícias que chegam estão relacionadas principalmente com o aumento das vendas e da lucratividade, que é tudo o que um pequeno empreendedor quer. Visando o crescimento profissional e de sua empresa, pode-se atender pedidos de diversas regiões do país e pedidos de grandes quantidades. Saber administrar toda esta demanda precisa de prática e experiência, mas se houver a ajuda de sistemas de gestão automatizados, fica muito melhor.

5 vantagens de ter o PCP integrado ao ERP

By | ERP, POSSEIDOM

Ter um negócio está ficando cada vez mais complicado. Mesmo nas pequenas ou médias empresas, é necessário controlar inúmeras etapas. Como fazer para monitorar tudo? Para isso, é fundamental a integração de duas ferramentas. O PCP e o ERP.

O que são?

O PCP, Planejamento e Controle da Produção, é um processo que envolve o controle geral da produção. Ele é encarregado de gerenciar os recursos e o andamento da produção durante todo o percurso. Já o ERP é, em português, o Planejamento de Recursos da Empresa. Trata-se de um software que controla os recursos da empresa, sejam de material, de pessoal ou outros.

Mas quais são as vantagens de fazer uma comunicação entre ambas?

1 – A automatização dos processos

Uma das maiores vantagens do uso do ERP é a automatização de alguns processos. Isso poupa tempo e esforço dos funcionários fazendo com que essa energia pode ser colocada em outra função, provendo um ganho de produtividade. A digitalização dos processos também reduz o custo com materiais físicos, como papel.

Um exemplo de um processo que pode ser automatizado pelo uso do ERP, é o processamento dos salários.

2 – A facilidade de acesso às informações

Quanto tempo é perdido procurando uma informação? Com o ERP, esse problema não existe mais. Como ele controla os recursos da empresa, o acesso a informação é muito mais fácil, rápido e conveniente. E como o sistema é integrado, não há necessidade de ficar procurando dados sobre diferentes setores. Além disso, a atualização é feita em tempo real, portanto, com o software a disposição, possíveis reuniões de controle são muito mais rápidas, pois as informações estão imediatamente disponíveis.

3 – O controle sobre todo o ambiente

O controle é uma etapa fundamental sobre qualquer projeto. Com o ERP, é possível controlar todos os setores da empresa e do processo. Além disso, existe a ajuda na visualização ainda do andamento do processo perante o que foi planejado.

Qualquer problema ou situação que o cliente pode apresentar é facilmente resolvido graças às informações coletadas no software. Uma documentação digital do processo é fundamental para evitar possíveis erros e encontrar os acertos.

4 – A uniformização

Para negócios maiores, um único sistema pode ajudar a facilitar a uniformização das informações, facilitando a comunicação entre elas. Empresas com mais de uma unidade, por exemplo, podem ter um RH unificado, deixando mais claro os benefícios em todos os estabelecimentos.

5 – O aumento de produtividade

A combinação dessas vantagens leva a um considerável aumento da produtividade. Com todas as informações em um único sistema e com todos os segmentos do seu negócio podendo visualizar em tempo real, assim que um cliente novo aparece, todos os setores já sabem o que precisam fazer. A comunicação, e a atribuição das funções se tornam muito mais fácil e rápida, e por conta da documentação, as responsabilidades ficam muito mais claras.

Essas são apenas algumas das vantagens do ERP integrado ao planejamento e controle de produção.

#dpsistemas #coder #coding #programmer #computer #computerscience #study #programming #developer #software #softwaredeveloper #google #softwareengineer #geek #tech #technology #entreprenuer #startups #startup #workspace #webdeveloper #webdesign #programmers #webdevelopment #tecnologia #erp #web #Processos #Empresas #Desempenho

5 dicas de gestão para pequenas empresas crescerem no mercado

By | ERP, POSSEIDOM

As pequenas empresas são indispensáveis para a nossa economia. São cerca de 9 milhões de micro e pequenas empresas, responsáveis por quase 30% do nosso Produto Interno Bruto (PIB). Além de movimentar muito dinheiro, os pequenos empreendimentos contratam muita gente e garantem uma renda maior.

Entretanto, para poder contar com sucesso e crescimento dentro de um mercado que é cada vez mais concorrido, bastante regulado e muito hostil, a sua empresa precisa de uma gestão de qualidade. Nessa hora, amadorismos não são perdoados, e o seu negócio pode sair no prejuízo sem o gerenciamento adequado.

1 – Corte custos operacionais

Toda empresa bem gerida opera nos menores custos possíveis. Custos operacionais estão basicamente em todos os setores e lugares de sua empresa. Mesmo pequena, certamente, é possível estabelecer uma auditoria de custos para diminuir as despesas de seu negócio. Dicas: use menos papel, economize em energia elétrica, recicle, terceirize serviços adjacentes, como limpeza e transporte, entre outros.

2 – Tenha uma boa gestão financeira e de estoque

A sua pequena empresa só irá decolar se você tiver um bom controle de cada centavo que entra e sai dos cofres do empreendimento. Por isso, acompanhe as finanças do negócio de forma rigorosa, usando o fluxo de caixa. Além disso, vale a pena ter um gerenciamento preciso das dívidas e dos recebimentos da sua empresa, tanto para o presente, como para os próximos meses.

Controlar o estoque da sua empresa de forma otimizada também permite a economia de recursos e a saída de capital para a compra de estoque nos momentos e na quantidade necessária para o seu negócio.

3 – Invista no seu pessoal

Uma pequena empresa nunca se tornará um grande empreendimento se não tiver a melhor equipe de colaboradores. Mas como um pequeno negócio pode investir em pessoal?

Além de buscar sempre os melhores profissionais disponíveis no mercado, é muito importante oferecê-los treinamentos e outras opções para aprimoramento de rotinas profissionais, até mesmo dentro do ambiente da empresa.

Como dissemos, não é porque sua empresa é pequena, que ela não pode aplicar métodos e técnicas comuns em grandes negócios. Na verdade, o crescimento começa desta maneira!

4 – Receba investimentos externos

A partir do momento que um negócio já não é mais “micro”, ele pode despertar o interesse de investidores externos. Que tal abrir diálogos com grupos de investimento e outros agentes para discutir a viabilidade de um aporte?

Com investimentos externos, o seu modesto negócio pode se tornar uma verdadeira sensação. Mas, com grandes aportes também chegam grandes responsabilidades e, normalmente, a empresa sofre alguma interferência do investidor externo, especialmente se ele vier de uma instituição financeira.

5 – Use um software de gestão ERP

Um sistema de gestão empresarial pode ajudar você, com todos os passos necessários para um bom gerenciamento de uma pequena empresa. O ERP pode, por exemplo, ajudar com financeiro, vendas, estoque, tesouraria, emissão de NFe, marketing e relação com clientes, entre outros.

Conheça o ERP WEB Poseidom, a solução completa e inteligente da DP Sistemas. Acesse www.dpsistemas.com.br agora mesmo.

#coder #coding #programmer #computer #computerscience #study #programming #developer #javascript #software #softwaredeveloper #google #linux #php #softwareengineer #geek #tech #technology #entreprenuer #html #java #startups #android #startup #graphics #workspace #webdeveloper #webdesign #programmers #webdevelopment #erp #web #Processos #Design #Empresas #Empresarial #Emprego #Desempenho #Equipe #Estratégia #GeraçãodeValor #Auxilio #Objetivo #Qualidade #Serviço #Economia #Gestão #Aracaju #Sergipe #AracajuComoEuVejo #Aju #Empreendimento #Work #Marketing #Apple #iPhone

5 Vantagens de usar um sistema na nuvem para emissão de nota fiscal eletrônica

By | ERP, Nuvem, POSSEIDOM

Em um mundo que rapidamente abandona os processos analógicos, as vantagens de optar pelo armazenamento de documentos em cloud computing são as mais diversas. Na verdade, se engana quem pensa que só agilidade, organização e segurança são os benefícios recebidos pela utilização do sistema de nuvem para o de armazenamento de notas fiscais.

Praticidade

Enviar o fechamento do mês para o contador através de e-mail é coisa do passado. Ao optar pelo sistema de armazenamento em nuvem, a empresa pode compartilhar suas notas com o responsável pela contabilidade de maneira remota; este poderá acessá-la a qualquer momento em qualquer lugar do mundo, através de uma conexão de internet. Isso elimina a necessidade do envio desses documentos através de e-mail, um processo demorado que demanda muito trabalho e que traz, por exemplo, o risco de vazamento.

Preço

Dependendo do porte da empresa, existem serviços de cloud computing gratuitos ou de baixo custo, como o Dropbox ou Google drive, que podem ser utilizados para o armazenamento e o compartilhamento das notas fiscais eletrônicas. Porém, mesmo como a utilização de ferramentas pagas conectadas ao sistema de vendas do seu negócio, os custos do armazenamento em nuvem ainda são menores em relação aos processos convencionais.

Organização

Junto com a segurança e praticidade, outra vantagem é a facilidade de organizar os dados através do armazenamento em cloud. Fica muito mais fácil separar os documentos em pastas criando divisões e subdivisões por datas, tipos de produtos ou setores da empresa. Ao eliminar a necessidade de impressão das notas fiscais também se reduz as chances de extravio ou perda de documentos.

Além disso, sem a necessidade de imprimir cada nota haverá uma óbvia economia, pois não será preciso à compra de arquivos e armários para guardá-las, outro benefício, o armazenamento em nuvem acaba resultando numa diminuição dos custos com a compra de papel, tinta e manutenção para as impressoras.

Backups e segurança

Ao salvar um documento em cloud, a empresa conta com um serviço de backups automáticos, o que evita a perda de dados ou o comprometimento de alguma informação contida na nota fiscal. Isso garante que mesmo sendo acessíveis para vários profissionais, os números fiquem sempre seguros porque apenas pessoas autorizadas poderão visualizar e modificar as notas, o que também minimiza o risco de fraudes.

Ferramentas específicas para NFes

Por fim, no mercado existem empresas que oferecem serviços de cloud computing específicos para a armazenagem de notas fiscais, o que permite muito mais do que o simples controle e gestão de dados. Essas ferramentas disponibilizam funções como a conversão automática para DANFe/PDF e buscas, servidores criptografados, bloqueio contra vírus e invasão de hackers, suporte técnico e muito mais.

Com isso, fica claro que a utilização do sistema em nuvem para emissão de nota fiscal eletrônica é uma forma prática, segura, econômica e fácil de manter a organização, a agilidade e, principalmente, a segurança das informações fiscais e contábeis do seu negócio. Para isso, só é preciso buscar um dos serviços que são oferecidos por empresas especializadas.

#erp #web #Processos #Design #Empresas #Empresarial #Emprego #Desempenho #Equipe #Estratégia #GeraçãodeValor #Auxilio #Objetivo #Qualidade #Serviço #Economia #Gestão #Aracaju #Sergipe #AracajuComoEuVejo #Aju #Empreendimento #Work #Marketing

5 vantagens do uso do Dashboard na sua empresa

By | ERP, Financeiro, Nuvem, POSSEIDOM

Manter uma boa gestão de processos e monitorar resultados costuma ser um grande desafio para a maioria das empresas. Mas essas são práticas que precisam ser realizadas em todas as organizações, independente do seu porte.

A melhor solução para fazer isso é implantando um sistema de dashboard, que permite o acompanhamento dos resultados em tempo real.

Para entender melhor o que é o dashboard e suas vantagens, leia este artigo e saiba como implementar essa importante ferramenta em sua empresa.

O que é Dashboard?

Dashboards são painéis de controle que exibem métricas importantes para alcançar os objetivos de negócio, facilitando o entendimento das informações geradas e apresentando indicadores de crescimento.

O principal objetivo dos dashboards é permitir o monitoramento dos resultados de uma organização, que são divididos em vários indicadores. Mas, para que esse sistema de gestão seja eficiente, é preciso organizar e segmentar as informações para ter as respostas desejadas.

As empresas podem criar dashboards para monitorar qualquer área do negócio. É preciso que elas criem perguntas assertivas para compreender suas necessidades de forma efetiva e alcançar o objetivo esperado.

Existem basicamente três tipos de dashboards: operacionais, táticos e os estratégicos:

Dashboards operacionais

Exibem as métricas que devem ser acompanhadas por analistas para promoverem melhorias em suas tarefas e permitirem maior agilidade em seu trabalho. Esse tipo de painel possibilita o cruzamento de dados que auxiliam os analistas na tomada de decisão para garantir melhor performance e melhores resultados.

Dashboards táticos

Permitem acompanhar os números dos itens nos quais a empresa faz mais investimentos e monitorar o retorno dos mesmos de acordo com o ticket médio.

Dashboards estratégicos

Como o próprio nome diz, esse é o dashboard que fornece informações mais estratégicas para as empresas. Eles apresentam indicadores que permitem fazer comparativos entre diferentes períodos, mostrando a diferença dos resultados atuais com os anteriores.

Principais vantagens do uso de dashboards

A implantação dos painéis de controle oferece diversos benefícios para as empresas. Confira alguns deles:

1- Colabora para a tomada de decisões

Os dashboards permitem a centralização de todas as informações importantes sobre os projetos da empresa, permitindo uma visão mais ampla das principais necessidades do negócio, o que facilita tomar decisões de forma mais ágil e eficiente.

2- Redução de riscos

Os dashboards permitem que as informações sejam atualizadas e organizadas antes de serem distribuídas, permitindo detectar possíveis riscos nas operações antecipadamente. Isso permite que sejam tomadas ações preventivas para minimizar esses riscos.

3- Otimização dos recursos

Os dashboards ajudam a automatizar tarefas manuais e demoradas, promovendo assim uma otimização de tempo e de recursos para realizar as atividades diárias.

4- Promove a participação colaborativa

Como os dashboards são ferramentas acessíveis a todas as áreas da empresa, eles promovem a participação integrada das equipes e maior comprometimento com as metas e objetivos traçados.

5- Cultura focada em resultados

A utilização dos dashboards colabora para implementar uma cultura organizacional com foco em resultados, melhorando o desempenho, a produtividade e o engajamento dos funcionários.

Esse artigo foi útil para você? Então continue acompanhando nosso blog para ler outras matérias que poderão te ajudar a melhorar a gestão dos seus negócios.

 

Dashboard Financeiro:

Dashboard Estoque:

Solicitar Orçamento

×