Category

Controle Financeiro

6 motivos para sua empresa investir em um sistema financeiro e fiscal

By | Controle Financeiro, Controle Fiscal

O controle financeiro e tributário é um dos maiores desafios dentro de uma empresa, pois dele depende a movimentação de recursos. Ele é determinante para o equilíbrio das atividades, pois é preciso ter a manutenção de tudo o que envolve dinheiro para não errar no cálculo de tributos, assim como na análise financeira e econômica. Contar com um sistema informatizado e completo na área faz com que a empresa ganhe em otimização.

Para que a compreensão dos benefícios esteja mais clara e objetiva, conheça seis motivos para compreender a importância de investir em um software de controle financeiro e fiscal:

1-Consistência de resultados e informações

A responsabilidade com a movimentação financeira é pauta constante dentro do setor referente e para que as decisões mais certas sejam tomadas, as informações devem ser exatas e precisas. Quando existe uma infinidade de planilhas e controles diferentes se torna mais fácil que alguma informação fique perdida no caminho. Para evitar essa difusão de dados, a concentração em um sistema próprio cria segurança e certezas, o que é imprescindível para o bom funcionamento.

2-Informações integradas para toda a equipe

Os sistemas também apresentam o benefício de oferecer uma visualização dos dados de forma integrada e precisa para toda a empresa. Mesmo que eles sejam direcionados ao setor que cuida das questões financeiras e fiscais, toda a gestão precisa conhecer os números gerados. Assim, o planejamento estratégico da empresa pode ser reavaliado constantemente e novas metas traçadas em benefício da lucratividade.

3-Controle do fluxo de caixa

Uma empresa que não se preocupa com o fluxo de caixa perde bastante na sua avaliação financeira. Ele é essencial para indicar onde os recursos estão sendo gerados e onde estão sendo gastos, porque registram as receitas e despesas. Se ela gasta mais do que ganha, há um déficit importante sendo criado, porém eles muitas vezes não são observados porque falta tecnologia para isso. Estas informações não devem passar despercebidas, porque podem levar à falência.

4-Automação como aliada para a precisão dos resultados

A automação é uma das principais aliadas do setor financeiro e fiscal, porque diminui a possibilidade de erros e aponta resultados certeiros. Simplificar a rotina faz com que os colaboradores se dediquem ao que realmente é relevante, enquanto as atividades burocráticas funcionam automaticamente. Através do sistema e do acesso de login, o colaborador tem acesso às informações que precisa para trabalhar em suas demandas.

5-Economia com a informatização

Pensando na economicidade, não se pode esquecer que a adoção de um software financeiro e fiscal leva à diminuição da necessidade de impressões em papéis e do uso de arquivos físicos. Toda a ocupação de espaço gera custo, seja dentro da empresa ou no aluguel de lugares especializados na guarda de documentos. Armazenar documentos digitalmente gera economia, porque as informações são salvas em servidores externos ou em nuvens virtuais, além da possibilidade de criptografar.

6-Atividades padronizadas

Um colaborador tem um estilo de trabalho diferente do outro, seja em maior ou menor grau. Mesmo que a chefia dê a mesma incumbência a eles, a maneira como executarão a atividade será distinta de um para o outro. Esta particularidade traz benefícios, mas também prejuízos. As variações e inconsistências podem aparecer e comprometer os resultados, ainda mais se no meio do processo for necessário trocar o colaborador. Os sistemas ajudam a padronizar os serviços.

Dicas para o planejamento financeiro da sua empresa

By | Controle Financeiro

Um bom gestor sabe profundamente como anda a situação financeira do seu negócio, uma vez que ela é a base de todas as movimentações da empresa. Todas as contratações, todas tomadas de decisão e qualquer tipo de investimento, devem estar submetidos ao planejamento financeiro. O sucesso somente é obtido quando existe uma situação saudável de capital, com o estabelecimento de metas possíveis e projeções de cenários positivos.

Para isso, conheça algumas dicas para manter o seu planejamento sempre ajustado.

Tenha os melhores profissionais consigo

Que tal começar pedindo ajuda? Por mais que o empresário tenha responsabilidade no desempenho financeiro da sua empresa, aquela área pode não ser a qual ele é expert. Por isso, contar com uma equipe de apoio pode ser um dos caminhos para ter uma administração econômica eficiente. Pessoas com formação na área e experiência que se engajam nas propostas e trabalhem motivadas pelo sucesso.

Outra possibilidade é contar com um consultor financeiro, que pode ser contrato para apresentar alguns serviços. Seus conhecimentos e estudos aprofundados e reconhecidos podem trazer inovações e as melhores resoluções para cuidar das contas, dos tributos e do caixa. Mesmo que eles representem um custo adicional a sua empresa, o resultado de seu trabalho pode gerar frutos ainda maiores.

Conheça a saúde financeira da sua empresa

Outra dica é ter um conhecimento real e agudo de toda a situação econômica de sua empresa. Conhecer cada conta, entrada e saída de dinheiro é essencial para a elaboração de um planejamento financeiro que seja relevante e eficiente. Todo detalhe conta e não devem ser passados com vistas grossas. Esta questão ainda engloba conhecer como os seus produtos e serviços se comportam no mercado, para que se possa tomar decisões acertadas.

Não é semente conhecer o dinheiro de capital de giro ou o dinheiro do dia a dia, o empresário deve saber sobre o seu patrimônio. Promover a elaboração de um balanço patrimonial, calculando o líquido e prospectando as perdas, ajuda a conhecer a real saúde financeira da empresa. Somente deste modo é que as estratégias de crescimento podem ser elaboradas.

Crie metas possíveis e reais

Um planejamento financeiro somente tem sentido se o empresário realmente quiser o crescimento do seu negócio, a vida da empresa depende dele. Tendo todos estes números em mão, a gestão pode elaborar estratégias de expansão de mercado e captação de cada vez mais clientes. E para que as portas do futuro estejam abertas, metas devem ser elaboradas. Contudo, sempre com um pé na realidade e dentro das possibilidades que sua empresa apresenta.

Sua empresa tem um lugar para chegar e a mola propulsora que fará com que todas as forças estejam voltadas a ela são as metas. Estes objetivos aparecem como pontos norteadores das performances, da captação de recursos, da expansão do faturamento e da capacidade de investimentos no desenvolvimento de seus produtos e serviços.

Corte os gastos desnecessários

Muitas vezes o empresário é conhecido como um verdadeiro vilão portador de uma grande tesoura por promover cortes e mais cortes de gastos. Contudo, esta é uma atitude fundamental para o crescimento da empresa, o que não está dando certo deve ser descartado. Todo este processo deve ser feito com muito cuidado e visão porque o corte tem que abranger somente onde se está gastando desnecessariamente. Fugir dos juros, evitar desperdícios e estar atendo aos pagamentos são algumas ações.

Solicitar Orçamento

×