Quanto tempo você e a sua equipe desperdiçam todos os dias por falta de organização e ineficiência?

By | Eficiencia

O correto gerenciamento do tempo no ambiente de trabalho pode garantir mais produtividade e de quebra elevar a satisfação dos colaboradores. Mas por onde começar?

Que tempo é dinheiro e todas as atividades são tidas como urgentes a gente já sabe. Mas como sobreviver em um mundo corporativo em que diariamente convivemos com um misto de processos ineficientes, falta de organização e uma cobrança enorme por resultados?

A receita é mais simples do que você imagina, mas requer empenho e prática diária. Afinal de contas, somente o hábito conferir essa lista de atividades todos os dias poderá impulsionar novos e melhores resultados.

Como definir as prioridades?

O passo número um para conquistar a correta gestão do tempo da equipe é conseguir delimitar e entender as suas prioridades. Todo o dia. E aqui temos diversas formas de começar. Contar apenas com a mente ou ler só e-mails pela manhã pode não ser o jeito mais produtivo.

Utilizar aplicativos de calendário ou mesmo o bom e velho Excel pode ser essencial nesse momento. É importante ter uma visão do todo, logo ao iniciar o dia, anotando literalmente - todas as atividades em andamento e os seus prazos.

Estipular a meta diária pode ser ainda mais eficiente. De todas as pendências, certamente algumas delas precisam ser realizadas naquele dia. Foque os seus esforços nestas resoluções.

Reduza o número de reuniões

Uma das maiores reclamações de funcionários quando o assunto é eficiência ou falta de organização do tempo, sem dúvidas, é o excesso de reuniões. Embora elas sejam extremamente necessárias em alguns casos, o seu escopo e duração precisam ser previamente alinhados para que ocorram da melhor forma possível.

Isso significa que, convidar somente as pessoas chave e seguir um roteiro claro com os objetivos do encontro é fundamental. Além de mais produtiva, reuniões curtas proporcionam maior tempo para o estudo e a aplicação do que for resolvido.

Eliminando as distrações

Organização no ambiente de trabalho vai muito além das diretrizes que recebemos ao entrar em um novo cargo. Cada colaborador precisa ter a oportunidade de descontrair e relaxar, mas nos momentos certos.

O excesso de conversas ou até mesmo o uso de redes sociais pode interferir no andamento das atividades. A proibição não costuma ser a melhor das ferramentas. Outras formas de estimular a entrega de trabalho nos prazos estipulados, como a negociação de um day off ou mesmo algum pequeno prêmio no final do mês podem ser mais efetivos.

Automatize o que for possível!

Não estamos falando sobre a era dos robôs ou a completa substituição da mão de obra humana. Muito antes disso, é importante utilizar a tecnologia a nosso favor. Automatizar todas as informações possíveis, como planilhas, dados de contabilidade, finanças, vendas e até mesmo do RH, pode tornar o dia a dia muito mais produtivo.

Através de soluções como as de ERP, Enterprise Resource Planning, informações atualizadas e úteis podem ser facilmente acessadas a qualquer momento. Evitando o desperdício de tempo e facilitando os momentos de análises e tomadas de decisão.

E se não tivéssemos a contribuição da Tecnologia ?

By | Tecnologia

Não recordo o dia em que obtive o meu primeiro computador mas, recordo do tempo em que não o tinha. Fará sentido pensar num mundo sem tecnologia?

Será que voltaríamos:

A ler livros, em vez de pesquisar online?
A viajar de carroças, em vez de carros?
A escrever cartas, em vez de usar o email e os smartphones?

Já imaginou como passaríamos este problema que hoje enfrentamos, sem a tecnologia? Algumas empresas simplesmente não iriam existir após este fim, e para que isso não aconteça muitas idéias estão surgindo, inovações e adaptações. Em época de coronavírus, agora vai crescer muito a reinvenção de diversos serviços, para atender aos pedidos das pessoas por delivery e on-line. Fundamental atender bem às necessidades específicas de seus clientes. O foco agora será ainda maior no ser humano e na prevenção. De modo geral, cada profissão deve refletir sobre como melhor atender aos outros seres humanos.

As empresas que não buscarem implementar soluções em trabalho remoto poderão enfrentar problemas futuros e que, após a crise atual, o modelo de trabalho será revisto de forma permanente. Sem dúvida nenhuma, é uma tendência fortíssima, e as empresas que não a adotarem terão problemas. Se tem algo de bom trazido por essa crise é a aceleração dessa tendência. Muitas coisas não vão voltar ao que eram antes.

Muita coisa vai mudar, e quem não quiser ficar para trás terá que se adaptar, a utilização dos sistemas de gestão serão cruciais, neste momento muitos espresarios estão controlando tudo da sua empresa por home office, ter tudo em mãos facilita, ter a tecnologia ao alcance, muda tudo!

O que é a DRE gerencial?

By | ERP, POSSEIDOM

A DRE pode ser definida como um relatório que, como o nome sugere, demonstra um resumo das operações financeiras realizadas em determinado período (geralmente anual) e seus resultados — que podem ser de lucro ou prejuízo para a empresa.
Em outras palavras, esse demonstrativo permite comparar os recebimentos, os custos e as despesas, operacionais e não operacionais, do seu negócio. A DRE gerencial apresenta uma condensação dos resultados e permite realizar projeções de custos, de possibilidade de crescimento, de necessidade de investimentos, entre outras.

Por que ela é importante para a empresa?
Junto a outros relatórios (como o balanço patrimonial e o fluxo de caixa), o demonstrativo é essencial para que o gestor conheça e analise a situação financeira do negócio. Assim, podemos dizer que a DRE gerencial mostra um norte a respeito dos fatores que podem afetar os resultados e o que precisa ser feito a partir daí.
O objetivo é acompanhar a evolução dessas questões, além de:
* identificar a capacidade da empresa de gerar renda (lucros);
* avaliar os empecilhos que podem resultar em prejuízo (fechando o período no vermelho);
* obter uma base sólida e confiável para a tomada de decisão;
* elaborar estratégias que contribuem para preservar a saúde financeira do negócio;
* definir um planejamento estratégico mais condizente com a realidade.

Como é uma estrutura de DRE?
Existem vários pontos que devem ser considerados na elaboração de uma DRE gerencial. Para que o relatório apresente os resultados corretos, essas variáveis devem ser constantemente monitoradas e registradas. Vamos conhecê-las?

  • Receitas
  • Deduções e abatimentos
  • Lucro bruto
  • Receita líquida
  • Custo de vendas
  • Despesas administrativas
  • Despesas com vendas
  • Despesas financeiras
  • Resultado antes do IRPJ e da CSLL
  • Dedução do IRPJ e da CSLL
  • Resultado líquido

Vale ressaltar que existem ERPs — sistemas de gestão integrada — que já vêm com esse tipo de relatório, facilitando ainda mais a vida do gestor, que passa a ter as informações a qualquer momento, com bastante agilidade e acuracidade.

A DRE gerencial precisa ser acompanhada para que se tenha conhecimento a respeito do desempenho da empresa e da necessidade de ajustes no plano de ação, caso os resultados se mostrem aquém do esperado. Por meio dela, são criadas estratégias para aprimorar o desempenho e garantir uma saúde financeira satisfatória para o negócio. Portanto, podemos dizer que é um instrumento crucial para a tomada de decisão.

fonte: https://blog.wm10.com.br/dre-gerencial-o-que-e-como-ela-funciona-e-como-fazer/

Como Resolver problemas no meu Estoque?

By | ERP, estoque, POSSEIDOM

É um fato: toda empresa já passou, passa ou irá passar por problemas no estoque, sejam reconhecidos ou não. E, acredite, as opções do que pode dar errado são vastas.

De qualquer forma, esses problemas representam um só caminho: desperdício. O que torna a operação ainda maior, mais complexa e mais cara do que o necessário.

Por isso, elaboramos as principais dicas de como resolver problemas no seu estoque. Dessa forma, você descobrirá como não cair em certas armadilhas. Confira.

1. Determine o valor para cada área

Para começar, é fundamental medir o excesso do estoque, conforme os números de semanas e/ou meses e determinar o valor de cada categoria.

2. Use bons fornecedores

Pode parecer uma dica simples e até óbvia, mas acredite, esse é um problema recorrente.

Encontrar um bom fornecedor é fundamental para estabelecer o equilíbrio. Ademais, você pode pesquisar na internet sobre opiniões verdadeiras acerca de cada fornecedor que você deseja contemplar na sua empresa.

Além disso, se o fornecedor não estiver alinhado com seu padrão de qualidade e apresentar problemas de entrega, que afetem a manutenção do estoque, não pense duas vezes antes de abrir mão.

3. Elabore uma solução de curto prazo

Parece simples elaborar uma solução em curto prazo, entretanto, a parte mais difícil é pôr em prática.

Por isso, é preciso estar disposto a realizar os esforços necessários para sanar alguns problemas imediatamente.

4. Elabore uma solução de longo prazo

Ainda que você tenha sanado boa parte dos problemas, eles continuarão a aparecer se você não elaborar uma estratégia consistente de longo prazo.

Por isso, é essencial definir as causas com um todo, em vez de em doses paliativas. Além disso, implementar essas soluções pode envolver mudanças significativas no modelo de negócio atual.

Contudo, em outros casos mais simples, as soluções podem ser relativamente mais fáceis de implementar.

Mas, vale ressaltar que o pilar principal de um bom gerenciamento de estoque é a eficiência econômica.

4. Utilize processos de automação

Como resolver problemas no meu estoque? Esse tópico é a chave para solucionar boa parte das suas dores de cabeça.

Muitas empresas ainda estão presas ao modelo antigo de gerenciamento de estoque, que consiste em planilhas do Excel.

Entretanto, as empresas que não automatizam seus processos tendem a enfraquecer suas possibilidades e complicar seus processos, sem necessidade, vale ressaltar.

Afinal, o processo é obsoleto, demorado e está sujeito a erros humanos.

Por isso, confira os principais benefícios de automatizar os sistemas do seu estoque:

• A automação permite que os funcionários monitorem pedidos, devoluções, trocas e remessas de todos os itens. Tudo isso em tempo real;

• A automação também facilita processos diários, como gerar códigos de barra, faturas, entre outros;

• A automação permite, ainda, você padronizar o gerenciamento do inventário em grande escala;

• A automação também facilita o processo de decisões, afinal, fornece conhecimento empresarial, por meio de informações detalhadas sobre o negócio.

E essa são só algumas das vantagens que a automação pode fazer. O sistema ERP, por exemplo, é um ótimo candidato, já que integra todos os dados de uma organização em um único sistema.

Ficou interessado pelas dicas? Saiba que nós oferecemos soluções personalizadas de automação por meio do sistema ERP. Portanto, não perca tempo e entre em contato conosco.

Referências:

O que é sistema ERP?

Gestão de estoque automatizado: conheça as principais vantagens

https://www.primaseller.com/blog/common-inventory-problems/

The 9 steps you need to solve your inventory problems

5 Steps to Solving the Out-of-Stock Problem 

Como gerenciar meu Caixa?

By | Financeiro

Abrir um negócio pode ser a realização de um sonho para muitos. É um momento extremamente importante e desafiador. Todavia, assim como toda embarcação precisa do seu capitão, toda empresa precisa ser bem administrada para garantir bons resultados.

Por conta disso, uma das áreas que requer mais atenção na hora de se administrar um negócio com certeza é o fluxo de caixa. Se você quer ter o controle de suas finanças, você precisa gerenciar com maestria o dinheiro que entra e sai da sua empresa.

Contudo, como posso realizar esse feito? Como gerenciar de maneira eficaz o meu caixa?

Caso você queira saber a as respostas para essas perguntas, fique com a gente e descubra a seguir como gerenciar o seu caixa. Acompanhe.

Como gerenciar o meu caixa?

Cada empresa tem o seu sistema e as suas especificidades, todavia, é possível traçar um panorama geral das ações mais efetivas, no que diz respeito ao gerenciamento de um caixa. Confira.

1. Acompanhamento diário

Um bom gerenciador precisa verificar todos os dias o objeto de seu gerenciamento. Assim, para um trabalho eficaz, é extremamente recomendável que você cheque todo o dia o seu caixa.

A partir disso, é possível traçar metas, planos e manter a gestão financeira de sua empresa sempre estável e sem surpresas desagradáveis.

2. Registro de qualquer transação

Por menor que seja a movimentação, é preciso registrá-la. Não importa se o valor registrado é referente à entrada ou saída, é preciso organizar toda transação financeira.

Além disso, é indicado que esses gastos e ganhos sejam separados em categoria, tudo em prol da melhor forma de organização.

Esse simples modo de lidar com o dinheiro pode render uma boa economia no final do mês, além de evitar desperdiço e perdas desnecessárias.

3. Preparação para sazonalidade

A sazonalidade pode ser uma grande oportunidade ou uma ferrenha inimiga. Com o tempo, você descobrirá quais são as influências locais, além das globais, no seu caixa.

Assim, poderá se preparar melhor para os tempos mais duros, poupando e administrado o estoque, e abrir os braços para as épocas de bonança, quando os clientes costumam investir um pouco mais.

4. Avaliação do capital de giro

Sabemos que não basta apenas ter dinheiro em caixa, é preciso que haja lucro. E, sem esse quesito, dificilmente um negócio vai para frente, pois não há retorno para se investir em melhorias.

Avaliando o seu capital de giro, é possível melhorar a relação com o cliente, além de ajustar contratos com fornecedores e distribuidores.

5. Pagamento depois do recebimento

Essa é a dica de ouro para uma boa administração do fluxo de caixa. Quando você programa os pagamentos para depois do recebimento, você tem mais autonomia para administrar o seu dinheiro, tanto para investir, quanto para acertar as contas.

Além do mais, sabemos que uma mente preocupada pode vir a cometer diversos equívocos. Quando quita suas contas de uma vez e se preocupa apenas com a administração do seu negócio, você se torna um melhor atendente, um melhor chefe, um melhor gestor, enfim, uma pessoa muito mais capacitada para competir no mercado.

Gostou de nossas dicas de como gerenciar seu caixa? Entre em nosso site e fique por dentro de muitos conteúdos do seu interesse.

Como um ERP nas nuvens pode me auxiliar?

By | ERP, Nuvem, POSSEIDOM

Um sistema ERP é fundamental para a boa gestão de uma empresa que queira se destacar entre as demais em um mercado tão competitivo. Porém, um detalhe importante deve ser levado em conta na hora de adquirir esta ferramenta, onde armazená-la?

Atualmente, a tecnologia de armazenamento em nuvem é cada vez mais comum em pequenas, médias e grandes empresas e traz muitas vantagens para quem a escolhe.

Quais os benefícios de usar um ERP em nuvem?

O ERP é um software de gestão que integra vários dados e funcionalidades dentro da empresa e ajuda a otimizar o negócio. Ao utilizar o ERP na nuvem, as informações ficam disponibilizadas em um servidor online e podem ser acessados a qualquer hora e lugar, desde que tenha acesso à Internet.

Além disso, os dados têm mais segurança em um ambiente digital, já que passam por backups periódicos feitos por profissionais especializados em TI.

O ERP em nuvem possui uma implementação muito mais rápida, podendo ser feita em poucos dias, enquanto o modelo tradicional, por ser mais complexo, pode demorar até meses. Por conta disso, os custos iniciais são muito mais baixos e o empresário pode montar um pacote flexível, apenas com as funcionalidades que ele desejar, pois o sistema é modular.

Dessa forma, sabe exatamente o valor da mensalidade, o que possibilita um planejamento financeiro muito mais eficiente.

Mais economia

A ausência de infraestrutura é outra vantagem do ERP em nuvem. Um sistema convencional precisa de um espaço físico para colocar:

  • Máquinas;
  • Computadores;
  • Servidores;
  • E outros aparelhos necessários.

Todo esse equipamento precisa de manutenção periódica, atualização e uma equipe de funcionários especializada para operá-los, além de um maior consumo de energia, o que só aumenta os gastos.

Ao optar pela gestão web, esses e outros serviços já estão incluídos no valor da mensalidade, que ainda conta com uma área de suporte qualificada para atender com excelência e tirar todas as dúvidas sobre o programa.

Mais dinamismo

A possibilidade de acessar remotamente o sistema é uma necessidade para o empresário moderno. Mesmo fora da empresa, ele ou qualquer outro empregado que estiver habilitado pode consultar informações, coletar números e tomar decisões importantes para o fechamento de um negócio, por exemplo.

Outra facilidade para a empresa é oferecer o modelo de trabalho home-office, uma prática cada vez mais comum hoje em dia, que traz mais comodidade aos funcionários e reduz os custos para o patrão.

O modelo em nuvem é ideal também para grandes corporações que possuem diversas filiais e precisam de uma gestão totalmente integrada, padronizadas e com informações constantemente atualizadas.

Os clientes também ganham

O software hospedado em nuvem é bom também para o seu cliente. Com a gestão integrada e a possibilidade do acesso em qualquer lugar, até mesmo por dispositivos móveis, os processos tornam-se mais ágeis e mais bem controlados.

O sistema tem a capacidade de gerar relatórios para todas as áreas do negócio, dando a possibilidade ao gestor de identificar eventuais problemas e corrigi-los para a satisfação total do cliente.

ERP Web Posseidom – Sistema pronto para Rede de franquias ou Matriz e filiais, centralizando os dados em um único ponto.

By | gestao, POSSEIDOM

Contar hoje, com um sistema integrado de gestão, como um ERP, tornou-se mais do que apenas uma opção, e sim, uma exigência para a empresa que deseja aumentar a sua eficiência, produtividade e reduzir custos.

Para saber mais a respeito dessa solução, como o que é e os benefícios que ela pode oferecer a sua rede de franquias, matriz ou filiais, continue a leitura!

ERP

ERP que, em inglês, significa Enterprise Resource Planning, e, em português, Sistema de Gestão Empresarial é, como o seu próprio nome já sugere, um software que é capaz de melhorar a gestão da empresa, posto que automatiza a maioria de suas tarefas ou operações, das mais simples às mais complexas, melhorando, assim, o fluxo de trabalho e trazendo eficiência, produtividade e redução de custos.

Podemos visualizar um ERP a partir do seguinte exemplo:

Imagine que João, responsável pelo setor de inteligência empresarial da empresa X, realizava pesquisas no âmbito interno e externo da organização, com o objetivo de coletar dados que seriam transformados em ações inteligentes, para aumentar as vendas e o faturamento. Só que isso levava meses.

Depois de muito pensar, adotou um ERP, que passou a coletar dados automaticamente dos setores, à medida que ele era alimentado com informações, como por exemplo, cadastro de clientes, fornecedores, colaboradores, vendas feitas etc., o que tornou mais ágil o processo de análise de dados, bem como a tomada de decisão. É justamente isso que é alcançado com um Sistema Integrado de Gestão Empresarial.

Benefícios de um ERP ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial

A partir do que expomos, talvez, já tenha ficado claro quais são os benefícios que um ERP fornece a uma empresa. Porém, caso tenha restado alguma dúvida, veja a lista abaixo:

Aumento de produtividade

Um Sistema de Gestão Empresarial, pelo fato de que automatiza algumas das principais tarefas de uma empresa, confere a ela maior produtividade. Exemplo: elaboração de relatórios, que passa a ser automático.

Aumento do poder de decisão

Um ERP conta, geralmente, com um banco de dados que reúne informações importantes sobre o dia a dia da empresa, como vendas feitas, metas alcançadas etc., o que pode acelerar o processo de decisão dos gestores, bem como conferir maior assertividade a esse processo.

Redução de custos

Um ERP automatiza a maioria das tarefas de uma empresa e, com isso, reduz custos. Alguns dos custos reduzidos são com: Recursos Humanos e materiais. É uma solução que desafoga, de certo modo, a folha de pagamento de uma empresa, tornando-a mais enxuta, porém muito mais eficiente.

Como você pode observar, trata-se de uma solução indispensável para a rede de franquias, matriz ou filiais que tem por objetivo o aumento de sua eficiência e alinhamento com as tendências do mercado.

Gostaria de conhecer melhor as nossas soluções e de saber o que elas podem fazer pela sua empresa? Em caso de resposta positiva, entre agora mesmo em nosso site ou, se preferir, contate-nos. Temos uma equipe técnica especializada preparada para lhe atender e resolver quaisquer dúvidas que tenha acerca do assunto.

Você tem um sistema, mas te falta suporte?

By | gestao, POSSEIDOM

Quando um software de dentro de uma empresa apresenta problemas, a situação é, muitas vezes, emergencial. Isso acontece porque os processos internos dependem desses sistemas, então, se estão com mau funcionamento, por consequência, a empresa perde tempo e compromete parte de seu trabalho.

Muitas empresas dedicadas a desenvolver os melhores softwares pecam na hora de dar o suporte para os seus sistemas. Tão importante quanto a funcionalidade e recursos do sistema é a assistência oferecida, para que não haja prejuízos para o cliente. Então, pode ser que a sua empresa tenha um sistema ideal, porém, o problema esteja na falta de suporte.

Os problemas ocasionados pela falta de suporte técnico

Quando adquirimos um software, a expectativa é que ele atenda as demandas de organização da empresa, da prestação de serviços, enfim. Caso esse sistema não tenha o devido suporte técnico, essa empresa pode ter sérios problemas não apenas em seus processos internos, como também falhar em seu próprio desempenho com o cliente.

Nesse contexto, há desperdícios de tempo e recursos. Além disso, há situações nas quais não há erro, mas a operação do sistema é lenta ou ineficaz de alguma forma. O papel dos desenvolvedores é entender as demandas de seu cliente, para trazer um produto que realmente seja fiel a essas necessidades.

Para que serve o suporte de um sistema

Quando um desenvolvedor de softwares cria um sistema, ele dedica a um nicho específico, podem ser lojistas, empresas de administração e contabilidade, enfim. Para isso, ele reúne as funcionalidades que atendem as necessidades desse nicho, seja elas qual for, e vende seu produto.

O relacionamento com o cliente, entretanto, não fica restrito a essa venda. Como falamos de um sistema, é preciso que haja suporte para o caso de problemas. Esse pós-venda é que faz toda a diferença no dia a dia do cliente, pois quando há problemas, a empresa que fornece o sistema deve estar pronta para atender, seja de forma remota ou enviando um técnico.

Como encontrar o sistema ideal para a sua empresa

Pensando em tudo isso, pode ser um tanto difícil encontrar um sistema que realmente seja completo e ofereça o suporte que a sua empresa precisa. Então, ao analisar as propostas para aderir ao software, tenha atenção também aos termos relacionados ao suporte técnico.

Pesquise sobre a empresa, se ela está realmente pronta para atender as necessidades do seu negócio em caso de problemas técnicos e se o desenvolvedor está disposto a apresentar todas as funcionalidades para a sua equipe em forma de treinamento.

Viu como é importante buscar um sistema que tenha suporte? Se a sua empresa está em busca de um software, tenha todos esses aspectos importantes na hora de escolher aquele que atenderá a sua organização. Veja se a equipe de suporte tem qualificação para atender os chamados.

Não basta apenas ser funcional, o sistema também deve apresentar suporte de qualidade, para que sua empresa possa funcionar sem interrupções desnecessárias e desorganização que as falhas nos softwares podem ocasionar.

Gostou deste artigo? Então, não deixe de conferir nossas demais publicações.

Seu atual sistema te dá o seu lucro ou prejuízo liquido no final do mês?

By | Financeiro, gestao

Obter uma gestão financeira de alta performance é o sonho de todo e qualquer empreendedor. De fato, controlar as atividades vinculadas ao setor financeiro propicia a estabilidade que a empresa precisa para superar seus desafios e, assim, potencializar seu crescimento.

Mas, afinal de contas, seu sistema atual é capaz de suprir as demandas de sua empresa e oferecer todo o suporte necessário? Ao final do mês, você se sente satisfeito com o desempenho alcançado e considera que o sistema contribuiu o suficiente?

Se você tem maiores ambições para a sua empresa e quer saber como é possível aperfeiçoar sua gestão e otimizar seus negócios, continue aqui conosco!

Como é possível aperfeiçoar a minha gestão?

Atualmente, cada vez mais empresas estão reconhecendo que os problemas burocráticos em muito atrapalham o progresso de seus negócios, que demandam soluções rápidas e inteligentes. Felizmente, a transformação digital vem revolucionando o comportamento das organizações e tornando-se a aliada ideal de uma gestão de excelência.

A utilização de softwares de gestão auxilia no sentido de automatizar processos complexos e promover melhores tomadas de decisões. A tecnologia ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de armazenamento digital de dados que integra as diversas atividades dos setores de uma empresa.

De que modo a tecnologia ERP pode beneficiar minha empresa?

Seja qual for o porte e o segmento de uma empresa, o êxito de seu desempenho sempre estará intimamente relacionado a uma boa governança de dados.

Os benefícios da utilização da tecnologia ERP se traduzem na alta capacidade de armazenar, categorizar e sincronizar informações relativas aos processos organizacionais. Os dados digitais oferecem maior comodidade ao empreendedor, ao ocupar menos espaço de armazenamento, não demandar muitos recursos e dispor de mobilidade instantânea.

Tão importante quanto a obtenção de dados, é a habilidade em transformá-los em ações inteligentes. Por isso, com o auxílio do sistema ERP, o empreendedor é capaz de decidir de maneira mais rápida e racional sobre variadas questões, como o volume ideal de estoque, os investimentos mais prioritários, as melhores datas para compras e muito mais.

Quais as características da tecnologia ERP?

A inteligência de dados que compõe a tecnologia ERP se transforma de maneira constante, para melhor acompanhar as demandas do mercado. Trata-se de um software flexível e de linguagem moderna que potencializa a eficiência das empresas.

Contratando nossos serviços, nossos clientes passam a contar com um sistema dinâmico de gestão e análise de dados que atua com mobilidade e segurança. Por intermédio do sistema ERP, o empreendedor obtém notificações ativas que contribuem para um constante diagnóstico sobre os diversos aspectos que envolvem a empresa e torna-se hábil para antecipar problemas futuros e planejar soluções estratégicas.

Além disso, nosso sistema modular garante uma organização efetiva dos dados empresariais e unifica todos os setores da organização. Para usufruir de todos os benefícios de nossos serviços da melhor maneira possível, nossos clientes também contam com uma equipe de suporte especializada. Oferecemos toda a assistência necessária para que nossos clientes possam alcançar a gestão de alta performance que só a tecnologia ERP pode proporcionar.

Gostou do artigo e quer conhecer mais sobre nossos serviços? É só entrar em contato conosco para tirar todas as suas dúvidas!

Solicitar Orçamento

×